Significado de Microeconomia

Compartilhar o significado de Microeconomia no Facebook
Ramo da ciencia econo mica que estuda o comportamento das unidades de consumo representadas pelos individuos e pelas familias; as empresas e suas producoes e custos; a producao e o preco dos diversos bens, servicos e fatores produtivos. Em outras pala vras, a microeconomia ocupase da forma como as unidades individuais que compoem a econo mia "” consumidores privados, empresas co merciais, trabalhadores, latifundiarios, produto res de bens ou servicos particulares etc. "” agem e reagem umas sobre as outras. Surgiu no inicio da decada de 30, quando a ciencia economica se dividiu em dois ramos: a microeconomia e a macroeconomia (esta se interessa pelo estudo dos agregados como a producao, o consumo e a renda do conjunto da populacao). Embora es ses dois ramos da ciencia economica caminhem por canais distintos, a separacao e fragil, pois o fenomeno economico requer o interrelaciona mento das teorias que se inserem nesses dois ambitos. Apresentando uma visao "microscopi ca" dos fenomenos economicos, a microecono mia engloba a teoria do consumidor, que oferece subsidios para a analise da procura; a teoria da firma que se desdobra nas teorias da producao, dos custos e dos rendimentos constitui o alicerce da analise da oferta. Os precos relativos consti tuem a preocupacao fundamental desse ramo da ciencia economica, tanto que ela e igualmente conhecida como a teoria dos precos. Na teoria do consumidor, a microeconomia analisa a in tencao dos individuos de se apropriarem de de terminada quantidade de bens, que satisfaca ao maximo suas necessidades. Na teoria da firma, e enfocado o empresario que procura combinar os fatores de producao de modo a maximizar seus lucros. Mediante essa analise, obtemse os elementos necessarios para a derivacao das ofer tas individuais e de mercado. A combinacao das quantidades de fatores de producao, bens e ser vicos, que os consumidores estao dispostos a adquirir, com as quantidades desses elementos que os empresarios tem condicoes de oferecer impoe a determinacao de um denominador co mum, que e o preco. Assim, e a determinacao desse preco que a microeconomia se propoe ao estudar a questao sob dois angulos: o dos fatores METRICATION388 de producao e o dos bens e servicos. A micro economia caracterizase como uma ciencia de natureza dedutiva ou teorica. Esse carater de dutivo e decorrencia da complexidade e entre lacamento de influencias que subjazem as situa coes reais que sao objeto de seu estudo. O carater dedutivo e realcado pelo fato de que muitas das variaveis consideradas pela microeconomia nao podem ser observadas ou mensuradas. E o caso, por exemplo, do grau de utilidade que os con sumidores desfrutam ao dispor de certos bens ou servicos. A microeconomia lanca mao de mo delos, ou seja, construcoes compostas por uma serie de hipoteses, a partir das quais as conclu soes sao extrapoladas. Sao modelos a forma como os individuos efetuam suas decisoes, a maneira como as firmas procedem etc. A partir da situacao do mundo real, sao selecionadas as variaveis mais significativas do fenomeno que se estuda, permitindo que a complexidade desse mundo real seja manipulada. Uma segunda ca racteristica da microeconomia e sua natureza es taticocomparativa, ou seja, ela tende a confron tar duas ou mais situacoes de equilibrio, sem se preocupar com o periodo intermediario entre essas situacoes inicial e final. A terceira carac teristica e seu enquadramento dentro do ramo da ciencia positiva ou cientifica. Isso implica a ausencia de juizo de valor ou conotacao etica nas teorias microeconomicas, que se mantem ex clusivamente descritivas. A quarta caracteristica e seu carater de analise de equilibrio parcial

Voltar para ajuda

Termos Relacionados a sua Pesquisa: