Significado de Doutrina social da igreja

Compartilhar o significado de Doutrina social da igreja no Facebook
Conjunto dos pronunciamentos da Igreja Catolica Roma na, com base nos textos da Biblia e dos pensa dores cristaos, apresentando normas para ana lise e solucao dos problemas sociais. Tais decla racoes nao possuem valor dogmatico, consti tuindo, porem, documentos oficiais, sob a forma de enciclicas, discursos e mensagens sociais dos papas, e das conclusoes sobre temas sociais pu blicadas pelos bispos em conjunto e pelas con ferencias episcopais. A doutrina social da Igreja esta compendiada principalmente nas grandes enciclicas sociais. Rerum Novarum, a primeira de las, foi promulgada em 1891 pelo papa Leao XIII, diante das condicoes miseraveis da classe pro letaria criadas pela Revolucao Industrial, quan do chegavam ate a Igreja as tensoes entre o ca pitalismo e o socialismo marxista. Procurando manterse equidistante dos dois sistemas, defen dia o direito de livre associacao dos trabalha dores e a intervencao do Estado na economia, denunciava o liberalismo capitalista e apontava o socialismo como o perigo mais ameacador. Quarenta anos depois, ainda dentro da crise mundial causada pela depressao economica nor 183DOUTRINA SOCIAL DA IGREJA teamericana, Pio XI publicou a enciclica Qua dragesimo Anno (1931), ratificando a anterior e elaborando um modelo alternativo: o corpora tivismo cristao. O mesmo papa publicou ainda as enciclicas Non Abbiamo Bisogno (1931), contra o fascismo, e Mit Brennender Sorge (1937), contra o nazismo. Joao XXIII, com a abertura do Con cilio Vaticano II e com duas enciclicas, da ao pensamento social da Igreja uma direcao mar cantemente realista. Na Mater et Magistra (1961), a palavra "socializacao" aparece pela primeira vez nos documentos pontificios. Em 1963 surge a Pacem in Terris, apontando como sinais dos tempos a ascensao das classes trabalhadoras, a promocao da mulher e o fim do colonialismo

Voltar para ajuda

Termos Relacionados a sua Pesquisa: