Significado de Corretora de valores

Compartilhar o significado de Corretora de valores no Facebook

Instituição auxiliar do sistema financeiro, que opera no mercado de capitais com títulos e valores mobiliários, em especial no mercado de ações.

As instituições financeiras são membros das bolsas de valores, credenciadas pelo Banco Central, pela Comissão de Valores Mobiliários e pelas próprias bolsas de valores em que estão habilitadas.

A corretora é a intermediária entre os investidores nas transações em bolsas de valores. A corretora administra carteiras de ações, fundos mútuos e clubes de investimentos, entre outras atribuições.

Um detalhe importante e que causa muita dúvida aos investidores, não existe diferença entre corretora e distribuidora de valores imobiliários.

Objetivo de uma corretora é promover a intermediação entre títulos e valores imobiliários. Além disso, é uma instituição financeira fiscalizada e credenciada pelo Banco Central. Sim, isso mesmo, pois além de investimento outros valores agregados como a negociação de títulos do tesouro, por exemplo, exigem a supervisão do BC.

Todas as operações, de terceiros, são intermediadas por uma CTVM e DTVM, Corretora de Títulos de Valores Mobiliários e Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários, respectivamente. Entre os serviços que você encontrará em uma corretora de valores, destacamos a custódia, agente fiduciário, instituir, organizar e administrar clubes de investimentos, emitir certificado de depósitos de ações,BDRs e ADRs, operações de câmbio, realizar operações de conta margem, operações compromissadas e commodities.

Voltar para ajuda