O que é renda variável?

Publicado por Ricardo B.
Compartilhar o artigo O que é renda variável? no Facebook

Diferente da categoria de renda fixa, a renda variável não permitirá a você, conhecer a rentabilidade no ato da aplicação. Ou seja, o valor que foi aplicado pode proporcionar lucro ou prejuízo, porém o resultado não pode ser calculado previamente.

Dependendo da modalidade de renda variável que escolher para compor a sua carteira de investimentos, diversos são os fatores da economia que influenciam a precificação do mesmo. Porém, invariavelmente, o valor ou a base de cálculo do ativo financeiro - papel ou título que está sendo negociado, é gerado através da lei de oferta e procura, ou seja, se o número de compradores for superior ao de vendedores, a tendência natural é de valorização do mesmo, e vice-versa.

Conheça as principais modalidades de investimento a seguir:

Ações

Ações são títulos que representam a menor fatia de uma companhia que possue o capital aberto. Quando uma companhia precisa de recursos financeiros para a expansão dos negócios, ela recorre a CVM para abrir a companhia e tornar-se uma Sociedade Anônima, lançando as suas ações que representam esse capital social da empresa.

Opções

É um tipo de contrato, ou ativo objeto como é conhecido, negociado no mercado de opções, em que você poderá negociar apenas o direito e, não a obrigação, de comprar ou vender um conjunto de ações, com prazo de vencimento e valor prefixado. Negociar opções é uma maneira de proteger o seu investimento de perdas que possam ocorrer, dentro do período combinado.

Contratos e Minicontratos Futuros

Contratos e minicontratos futuros, nada mais são do que, a negociação entre dois investidores em que, de um lado, um se compromete a comprar e do outro, a vender o ativo objeto, por um preço e prazo futuro predefinidos. Portanto, as negociações desses derivativos, são realizados no mercado futuro, diferentemente das ações que são negociadas no mercado à vista, por exemplo.

Fundo de ações

Está lembrado quando eu citei um pouco acima que, ao comprar ações, você estará adquirindo uma fatia da companhia que está listada na bolsa de valores? Pois bem, investir em um fundo de ações é bem parecido. Entretanto, ao invés de tornar-se acionista, você se tornará cotista de um fundo composto por ações de várias empresas, recibos de subscrição, certificados de depósito de ações, entre outros.

Câmbio

Essa modalidade de investimento, permitirá a você comprar ou vender moedas estrangeiras, de acordo com o valor que ela esteja cotada na data da negociação.

Para o pequeno investidor, essa é uma operação simples e que geralmente, tem como objetivos, obter lucro comprando na baixa e vendendo na alta ou se proteger de uma eventual oscilação da moeda em caso de viagens internacionais.

Ouro

O investimento em ouro permitirá a você, adquirir o metal valioso mais negociado no mundo, através da lei da oferta e procura, em que o valor da cotação oscila diariamente para cima ou para baixo, de acordo com as negociações do ativo.

Assim como o dólar, investir em ouro também é uma maneira de proteger o patrimônio, principalmente dos momentos de crise, pois a tendência é sempre inversa aos movimentos do mercado financeiro.

Considerações finais

Investir em renda variável não é algo tão simples quanto apenas conhecer as modalidades. É preciso muita dedicação nos estudos das modalidades, para que se crie boas estratégias, com objetivo de minimizar perdas e maximizar os ganhos. É fato que isso soa como um daqueles clichês, mas acredite, muitos não compreendem o real significado desse conceito e se aventuram no mercado financeiro, em busca de ganhos fácil.

Antes de iniciar na renda variável, é preciso se posicionar diante do mercado financeiro. Se você é um iniciante, o seu perfil de investidor deve ser "conservador". Em hipótese alguma, tente pular etapas e se “fantasiar” como um investidor avançado, de perfil arrojado. Deixe esse status para o futuro.

Eu, particularmente, sugiro que você comece do básico, lá em renda fixa. Faça uma carteira, crie um patrimônio que sirva para situações emergenciais e, somente depois disso, comece a investir em renda variável, mais especificamente no mercado de ações que, considero o mais simples. Escolha boas companhias para estudar e depois de um tempo, comece definitavemente.

Bom, é isso! Espero que renha gostado do artigo. Não esqueça de comentar e compartilhar com os seus amigos!

Controle a sua carteira de ações

Cadastre-se GRÁTIS, sem compromisso e teste por até 7 dias!

Trimestral
10% de desconto
de R$ 29,70 por
R$ 26,70
Semestral
20% de desconto
de R$ 59,40 por
R$ 47,40
Anual
30% de desconto
de R$ 118,80 por
R$ 82,80
Bienal
40% de desconto
de R$ 237,60 por
R$ 141,60
Cadastre-se sem compromisso!