Juros Compostos: esse sim é o seu melhor amigo no mercado financeiro

Publicado por Ricardo B.
Compartilhar o artigo Juros Compostos: esse sim é o seu melhor amigo no mercado financeiro no Facebook

Talvez você não saiba, mas existe um juros do bem. Um juros que, diferentemente dos maléficos juros bancários, foi criado para lhe favorecer e que, sem exagero nenhum, passará a ser o seu melhor amigo dentro do mercado financeiro.

O que é Juros Compostos?

O juros compostos, em poucas palavras, permite que a sua aplicação renda mensalmente, juros sobre juros. Calma que eu explico!

Digamos que você deposite R$ 1.000,00 em janeiro em uma aplicação que rende 1% ao mês. Em fevereiro, você estará com R$ 1.010,00 investidos. Caso deposite mais R$ 1.000,00 em fevereiro, quando chegar em março terá R$ 2.030,10 investidos e assim por diante.

Como funciona o Juros Compostos?

Observe no exemplo da tabela que foram feitos 12 aportes de R$ 1.000,00, totalizando R$ 12.000,00 e R$ 12.682,50 investidos. Note que além do investimento, a rentabilidade dos juros, cresce mensalmente e de maneira considerável. Saltou de R$ 10,00 no primeiro mês para R$ 115,67 no último.

Agora, imagine aplicar essa fórmula para 10 anos? Não se assuste! Com R$ 120.000,00 em aportes, a conta teria exatamente R$ 230.038,69 investidos e, a rentabilidade dos juros no último mês, terá sido de R$ 2.300,39. É uma rentabilidade bem maior do que muito salário por aí, não é mesmo?

Como calcular o Juros Compostos?

Para que você mesmo calcule o juros composto das suas aplicações, utilize uma das fórmulas a seguir:

  1. Calcular rendimento sem depósitos mensais: M = C x (1 +(i / 100)) ^ n;
  2. Calcular rendimento com depósitos mensais: M = C × (((1 +(i / 100)) ^ n − 1) ÷ (i / 100));
  3. Calcular rendimento com depósito inicial, mais depósitos mensais: M = (C x (1 + ((i / 100)) ^ n)) + (a × (((((1 + (i / 100))) ^ n )− 1) ÷ (i / 100))).

Um detalhe importante que é aplicado em todas as fórmulas, é o uso do chapéu “^”. Na matemática, esse é um símbolo de exponencial. Ou seja, 10 ^ 2 é equivalente a por exemplo, 102 ou 10 elevado ao quadrado. O uso desse símbolo, permite que você traduza a fórmula com os seus números, copie e cole na busca do Google e obtenha o resultado final.

Calcule você mesmo

Vou mostrar agora como aplicar a fórmula 3 na prática, supondo que, eu tenha R$ 10.000,00 e queira realizar 12 aportes de R$ 1.500,00, em uma aplicação que rende 0,75% por mês. Veja:

  1. M = (C x (1 + ((i / 100)) ^ n)) + (a × (((((1 + (i / 100))) ^ n )− 1) ÷ (i / 100)))
  2. Montante = (Capital x ((1 + (juros / 100)) ^ meses)) + (aporte × (((((1 + (juros / 100))) ^ meses) − 1) ÷ (juros / 100)))
  3. Montante = (10000 x ((1 + (0,75 / 100)) ^ 12)) + (1500 × (((((1 + (0,75 / 100)) ^ 12) − 1) ÷ (0,75 / 100))
  4. Montante = (10000 x ((1 + 0,0075) ^ 12)) + (1500 × (((((1 + 0,0075) ^ 12) − 1) ÷ 0,0075))
  5. Montante = (10000 x (1,0075 ^ 12)) + (1500 × ((((1,0075 ^ 12) − 1) ÷ 0,0075))
  6. Montante = (10000 x 1.093806) + (1500 × (((1,093806 − 1) ÷ 0,0075))
  7. Montante = 10938,06 + (1500 × (0,093806 ÷ 0,0075))
  8. Montante = 10938,06 + (1500 × 12,50746)
  9. Montante = 10938,06+ 18761,19
  10. Montante = R$ 29699,25

Faça um teste, copie a fórmula da linha 4, sem o “Montante = ”, e cole no buscador do Google. O resultado será bem parecido com esse da fórmula que eu mostrei. A diferença é que a calculadora do buscador deles, por se tratar de um robô e calcular as frações, apresentará o resultado exato.

Sim, tempo é dinheiro

Se o juros compostos é o seu melhor amigo no mercado financeiro, o tempo sem dúvida alguma, é um dos principais inimigos. E, como diz aquele velho ditado: “mantenha os amigos por perto e os inimigos mais perto ainda”. É exatamente assim que deve ser o seu comportamento diante dele.

Soa como exagero, mas não é! Algo que passa tão rápido e leva consigo as oportunidades em um piscar de olhos, deve ser tratado como um vilão, sim. No entanto, como a ideia é ficar sempre com um olho no peixe outro no gato, é preciso usar esse fator a seu favor.

O quanto antes você iniciar os investimentos, mais rápido atingirá o seu objetivo. Esse fato, pode ser observado na tabela de exemplo que fiz para o juros compostos. Veja que, mês a mês, a rentabilidade cresce consideravelmente. No primeiro mês do exemplo, foi pago R$ 10,00 de juros e doze meses depois, R$ 126,82.

Portanto, não espere o tempo passar para começar a investir.  Faça isso o quanto antes. Tenha consciência que, se tivesse começado no ano passado, já teria sido 12 meses de investimentos. Para que no próximo ano, você não se arrependa de ter perdido tempo, arregace as mangas e se planeje agora mesmo.

Considerações Finais

Concluindo então, o juros compostos remunera não apenas o dinheiro que você depositar, mas também a ele mesmo, criando a famosa bola de neve, favorecendo para que seu dinheiro se multiplique consideravelmente, tornando-se cada vez maior com o passar dos anos.