Significado de Sraffa, piero (1898-1983)

Compartilhar o significado de Sraffa, piero (1898-1983) no Facebook
Economista italiano radicado na Universidade de Cambridge, um dos primeiros grandes criticos da economia neo classica. Publicou, em 1926, um ensaio de apenas quinze paginas, "As Leis de Rendimentos em Condicoes Competitivas", que provocou grande polemica e iniciou uma nova exposicao da teoria do equilibrio do mercado. Demonstrou no artigo que: 1) os preceitos da concorrencia perfeita qua se nao se aplicam a nenhum mercado real; 2) era preciso reconstruir a teoria dos precos a par tir da constatacao de que a maioria das empresas industriais usufrui de ganhos de escala, poden do crescer ate o ponto em que esses ganhos se jam compensadores; 3) a maioria dos mercados e regida pela concorrencia imperfeita ou mono polista. O artigo desencadeou uma serie de obras sobre economia monopolista, entre elas, a de E. Chamberlin, A Teoria da Concorrencia Mo nopolista (1933), e a de Joan Robinson, A Economia da Concorrencia Imperfeita (1933). Sraffa tambem editou as obras completas de Ricardo (The Col lected Works and Correspondence of David Ricardo, 19511953, nove volumes), para os quais escre veu um importante prefacio. E publicou, em 1960, um livro fundamental e tambem polemico: Production of Commodities by Means of Commodi ties (A Producao de Mercadorias por Meio de Mercadorias), que comecara a escrever em 1925 e teria grande influencia na atual teoria econo mica. A obra introduz assim um novo conceito, o de mercadoriapadrao, que se compoe de to das as mercadorias basicas (as que entram na producao de outras mercadorias). Com esse con ceito, o autor chega a uma medida invariavel de valor "” um dos objetivos de Marx, Ricardo e muitos outros "”, mostrando que uma teoria 575SRAFFA objetiva do valor e possivel e que se pode, a partir dela, ter uma visao coerente da dinamica dos grandes agregados economicos e das leis que os regem. Sraffa reabilitou a teoria do va lortrabalho; como cada mercadoria incorpora uma longa serie de outras mercadorias que aju daram a produzila, no processo de reducao das mercadorias a um valor atual, elas se dissolvem ate restar somente o "trabalhodatado". De monstrou que num sistema em que as merca dorias sao produzidas por outras mercadorias, os precos, salarios e lucros sao determinados, em ultima instancia, pelo trabalho que e gasto na producao dessas mercadorias. Apesar de sua aparente simplicidade, o livro de Sraffa levou mais de dez anos para ter seu significado cor retamente entendido, provocando grande nu mero de estudos e analises, alem de polemicas tanto nos meios marxistas como entre os mar ginalistas, na chamada "controversia sobre o ca pital", que contrapos os autores da Universidade de Cambridge aos teoricos do Instituto de Tec nologia de Massachusetts

Voltar para ajuda