Significado de Lei do Selo

Compartilhar o significado de Lei do Selo no Facebook

A Lei do Selo, instituída em 1765, foi o primeiro imposto direto decretado pelo Parlamento inglês nas treze colônias norte-americanas. Ela determinava que todos os documentos comerciais e legais, panfletos, cartas e jornais deveriam ser selados, visando arrecadar dinheiro para cobrir as despesas das tropas coloniais inglesas na América.

Diante dessa imposição, os colonos reagiram, argumentando que qualquer taxa deveria ser votada e aprovada por seus representantes. Em resposta, iniciaram um boicote aos produtos ingleses, demonstrando sua insatisfação com a medida.

A pressão exercida pelos colonos surtiu efeito, levando o Parlamento a suspender a aplicação da Lei do Selo em março de 1766. Esse episódio marcou um momento importante na história dos Estados Unidos, evidenciando a resistência do povo contra medidas consideradas abusivas e injustas.

Portanto, a Lei do Selo não apenas representou um marco na luta pela autonomia e liberdade das colônias americanas, como também contribuiu para fortalecer o sentimento de união e resistência entre os colonos. Sua revogação simbolizou a vitória da determinação e do espírito de independência, que mais tarde culminaria na declaração de independência dos Estados Unidos.

Voltar para ajuda

Termos Relacionados a sua Pesquisa: