Significado de Formacao de capital

Compartilhar o significado de Formacao de capital no Facebook
Conjunto de pro cessos pelos quais uma economia poupa recur sos, que de outra maneira serviriam ao consumo improdutivo, e os transforma em capital. A re peticao dos ciclos produtivos seria impossivel se toda producao fosse consumida. Parte da pro ducao anual deve ser destinada a renovacao do capital depreciado e, mais ainda, a ampliacao da capacidade produtiva. Ordinariamente, a poupanca e feita pelas empresas, que deixam de distribuir parte de seus lucros e a destinam a seus fundos de investimento; ou pelas pessoas fisicas, que separam do consumo privado parte de seus rendimentos para aplicala numa em presa. A criacao de novas empresas faz parte dos processos de formacao de capital, os quais, em seu somatorio, constituem um dos agrega dos das contas nacionais. O problema historico da formacao originaria do capital e controverso na economia politica. Segundo o economista Se nior, os primeiros capitais surgiram da absti nencia, isto e, dos trabalhadores frugais que re duziram o consumo pessoal para poder aumen tar seus recursos produtivos. Segundo Karl Marx, o periodo de acumulacao originaria do capital, a partir do seculo XV, incluiu a expulsao dos camponeses de suas terras, a ruina dos ar tesaos despojados de seus meios de producao, os lucros com a divida publica, o protecionismo, o credito usurario, a fraude comercial, o saque das colonias e o trafico de escravos. Atualmente, o problema da formacao de capital nos paises subdesenvolvidos tem sido um dos mais deba tidos nos meios cientificos e nos organismos in ternacionais. A excecao dos exportadores de pe troleo, a formacao de capital nos paises expor tadores de materiasprimas e generos alimenti cios vinculase negativamente a deterioracao dos termos de intercambio no comercio internacional e ao agigantamento de sua divida externa

Voltar para ajuda