Significado de Demografia

Compartilhar o significado de Demografia no Facebook
Estudo estatistico das coletivi dades humanas. Os dados para esse estudo, que abrange o tamanho, a distribuicao territorial e as mudancas de uma populacao, sao obtidos por meio dos censos, estatisticas vitais e outras ob servacoes especificas. O estudo de populacoes antigas e feito por meio de documentos, que constituem o campo da demografia historica. Distinguemse duas areas na demografia: a ana lise demografica, que relaciona a composicao po pulacional a natalidade (ou fertilidade), morta lidade e migracao, por meio de levantamento de dados, calculo de indices e elaboracao de mo delos matematicos; e o estudo populacional, que relaciona esses dados numericos a fatores de or dem social, psicologica, economica, politica, so ciologica, cultural e geografica. Mortalidade, fer tilidade e migracoes sao os componentes basicos da dinamica populacional. A mortalidade e ex pressa por um indice geral que relaciona o nu mero total de mortes, ocorridas num local e em determinada epoca, com o total da populacao do local nessa data. Outros indices relacionam mortes ou causas especificas de morte (doencas cardiovasculares, acidentes de transito etc.) a grupos especificos (por idade, sexo etc.) da po pulacao. A fertilidade resulta de duas variaveis: a fecundidade, ou potencial que a mulher tem para conceber, e a exposicao a possibilidade de conceber, que pode ser interrompida tempora riamente por causas como gravidez, parto, abor to e lactacao. O indice ou taxa geral de fertilidade relaciona o numero de nascimentos vivos num local e epoca com o numero de mulheres em idade fertil no mesmo local e epoca. Ja o com ponente das migracoes depende de fatores entre os quais se destaca o da restricao ao numero de migrantes imposta por um pais. A migracao pode ser medida diretamente, por meio de re gistro de entrada e saida de pessoas em deter minado periodo, ou indiretamente, por meio de dados censitarios e registros civis. Atualmente, sao as migracoes internas, ligadas ao processo de urbanizacao, que mais alteram a estrutura da populacao, afetando a forca de trabalho e as taxas de nupcialidade das regioes de origem e de destino. A estrutura populacional e analisada por meio de classificacao das pessoas em cate 163DEMOGRAFIA gorias a partir de caracteristicas biologicas e so ciais basicas, como sexo, idade e estado civil. O sexo e um elemento da maior importancia para a demografia: a ocorrencia de nascimentos, obi tos e casamentos depende diretamente da pro porcao de homens e mulheres numa populacao; e o sexo tambem influi na distribuicao das pes soas pelas profissoes e nas migracoes. Quanto a idade, a estrutura etaria de uma populacao influi diretamente sobre: 1) a fertilidade, pois delimita uma epoca reprodutiva; 2) a mortali dade, em que e um importante diferencial; 3) o numero de individuos inseridos na forca de tra balho e a relacao entre estes e os economica mente dependentes. O estado civil, da mesma forma, e um fator diferencial para a fertilidade e a mortalidade: a idade ao casar e a proporcao de pessoas casadas relacionamse diretamente com a fertilidade, e ha indicios de que a mor talidade e menor entre as pessoas casadas do que entre as nao casadas. Alem desses fatores essenciais, a atuacao dos componentes da mu danca populacional depende de caracteristicas como nivel de educacao, status ocupacional, tra cos culturais e religiosos, entre outros. Proble mas como o da chamada explosao demografica, que e o crescimento intenso e desordenado da populacao, tem sido objeto de diversas doutri nas populacionais: a de Thomas Malthus, no fi nal do seculo XVII, foi a primeira a chamar a atencao sobre as consequencias de um cresci mento populacional rapido e chegou a ser revi vida no seculo XX com o neomalthusianismo. Veja tambem Censo; Malthusianismo; Morta lidade; Natalidade; Neomalthusianismo; Poli tica Populacional; Populacao

Voltar para ajuda