Significado de Análise do Insumo-Produto

Compartilhar o significado de Análise do Insumo-Produto no Facebook
Analise de modelos que pretendem detalhar as implicacoes de determinada demanda ou de determinadaoferta. Para isso, valemse de um sistema con tabil que centra sua atencao na maneira como as funcoes tecnologicas de producao das varias industrias afetam as relacoes entre as industrias e determinam a estrutura industrial do sistema economico. Os dados proporcionados pelo sis tema contabil insumoproduto sao relacionados na tabela de insumoproduto, constituida dos numeros correspondentes as quantidades de produto que cada industria comprou e vendeu as outras unidades industriais, no conjunto da economia. As industrias devem ser cuidadosa mente selecionadas; de acordo com a finalidade da analise e em conformidade com seu numero, a tabela de insumoproduto apresentara um nu mero correspondente de linhas "” uma para cada industria "” e de colunas, tambem uma para cada industria. Cada linha mostrara para onde ira o produto de uma industria; cada co luna mostrara a quantidade de insumo que cada industria empregou. Essa tabela e suas variacoes sao utilizadas para analisar o impacto que a de manda de um valor extra de certo tipo de pro duto pode causar na economia. As teorias ela boradas sobre as estatisticas de insumoproduto tem varias utilizacoes: 1) indicam a expansao requerida em areas de importancia economica, a longo prazo, servindo como subsidio para os orgaos governamentais orientar seus investi mentos e garantir um crescimento economico adequado; 2) ajudam a determinar a viabilidade da obtencao de qualquer nivel de producao, comparando os custos de obtencao de varios ni veis e dando a conhecer os insumos requeridos para atingir determinado nivel; 3) permitem pre ver o impacto que uma variacao no padrao de exportacao provocara na estrutura industrial, bem como as variacoes nos requisitos de impor tacao, decorrentes de alteracoes na estrutura da demanda (o impacto dessas variacoes nas tran sacoes externas pode ser acompanhado ate a ve rificacao dos seus efeitos sobre o balanco de pa gamento); 4) facilitam a investigacao do resul tado de politicas de desenvolvimento regional, em contraposicao ao crescimento e a variacao nacional; 5) facilitam o acompanhamento do im pacto de uma variacao dos precos dos fatores sobre o nivel e a estrutura do preco dos produtos finais. E tambem sao utilizadas para acompa nhar o impacto das variacoes de produtividade sobre a estrutura da economia e o nivel de pro ducao.Os modelos insumoproduto contem um numero consideravel de suposicoes simplifica doras, tais como os retornos constantes (inde pendentes da escala de producao) e a ausencia de substituicao entre os produtos (demanda fi nal) e entre os insumos (demanda intermedia ria). Em termos matematicos, a analise do insu moproduto e representada por funcoes de pro 305INSUMOPRODUTO ducao lineares, que descrevem as relacoes entre todos os setores da economia. Assim, a 11 X1 + a 12 X2 + ... + a 1n Xn + F 1 = X 1 an1 X1 + a n2 X2 + ... + a nn Xn + F n = X n onde X 1 representa o produto do iesimo setor da economia; a ij representa a quantidade do ie simo produto usado na producao de uma quan tidade do produto j. F 1 representa a demanda final do iesimo produto. Portanto, a producao total do iesimo setor e subdividida em quanti dades usadas na producao de todos os outros produtos, as quais sao por sua vez finalmente consumidas. Em termos matriciais o sistema po deria ser escrito da seguinte maneira: A X + F = X, onde A e a matriz dos coeficientes de in sumoproduto a ij geralmente denominada ma triz de coeficientes tecnicos. X e o vetor de pro ducao intermediaria de produtos, e F e o vetor da demanda final. Dessa maneira, e possivel de terminar as quantidades necessarias de produ cao em cada setor para satisfazer uma dada de manda final de tal forma que X = [IA] 1 F

Voltar para ajuda